“Eu nunca vi um país tão faminto pela Palavra de Deus e comunidades tão abertas ao Evangelho.” Este foi o comentário de Doug Vaughan, um gideão de Bellingham, Washington, que fez parte de uma equipe de Gideões e Auxiliares que participou de um evento de distribuição das Escrituras em 2018 em Gana, chamado de blitz internacional.

O país de Gana está localizado na África Ocidental e tem uma população de aproximadamente 29,4 milhões de pessoas que abrange uma variedade de grupos étnicos, linguísticos e religiosos. De acordo com o Projeto Josué, existem aproximadamente 7,6 milhões de cristãos evangélicos, representando 26% da população em Gana, e 6,5 milhões de muçulmanos, representando 22% da população do país.

Em meio a essa ampla variedade de culturas, origens e diversidade religiosa encontramos os Gideões Internacionais, uma associação Cristã de homens de negócios e suas esposas dedicados a falar às   pessoas sobre Jesus através da associação de serviços, compartilhar testemunhos pessoais e distribuição de Bíblias e Novos Testamentos. Os membros dos Gideões têm alcançado o povo de Gana com a Palavra de Deus desde 1966. Desde então, mais de 34 milhões de pessoas receberam cópias da Palavra de Deus, com muitos chegando à fé em Cristo. Hoje, mais de 890 Gideões e 370 Auxiliares em Gana estão alcançando inúmeras pessoas para Cristo.

 

Gideões e Auxiliares dedicados em Gana

Vários Gideões de outros países viajaram para Gana para participar da blitz de Escrituras em Novembro. Escrituras foram colocadas e distribuídas em escolas, universidades, hotéis, hospitais, uma cadeia local, e para o pessoal militar e policial. Alguns desses Gideões viajaram por muitas horas para participar do evento. Um dos Gideões locais de Acra casou-se dois dias antes do evento e decidiu adiar sua lua- de- mel para compartilhar as Escrituras com as pessoas durante a blitz.

Bill McAfee, um Gideão de Indiana, foi inspirado pelo compromisso dos Gideões de Gana. “Foi ótimo servir ao lado de Gideões e irmãos em Cristo de Gana. Eles tiveram uma tremenda dedicação, especialmente os de Acra, que viajaram para Kumasi para trabalhar na segunda semana. Alguns homens até trabalharam no fim de semana para transportar, descarregar as Escrituras nos locais de armazenamento em Kumasi. ”

Quarenta e quatro igrejas abriram suas portas para convidar Gideões para compartilhar sobre a missão dos Gideões Internacionais . Durante uma reunião com o líder de uma das maiores igrejas em Kumasi, o bispo perguntou se os Gideões poderiam treinar 4.000 de seus líderes para alcançar pessoas para Cristo.

 

Portas abertas, corações abertos

2 Tessalonicenses 3: 1 diz: “Finalmente, irmãos, orem por nós, para que a palavra do Senhor se propague rapidamente e receba a honra merecida, como aconteceu entre vós .” Como resultado do que Deus fez em Gana, mais de 500.000 pessoas receberam as Escrituras. Durante a maior parte das distribuições, os Gideões puderam apresentar o plano de salvação àqueles que receberam uma Escritura. Os Gideões viram milhares de pessoas tomarem decisões públicas por Cristo, e muitas almas foram salvas através de oportunidades de testemunhos individuais que o Senhor providenciou.

2 Tessalonicenses 3:1 diz “Finalmente, irmãos, orem por nós, para que a palavra do Senhor se propague rapidamente e receba a honra merecida, como aconteceu entre vós.”

Portas abertas e corações abertos parecia ser o tema recorrente durante toda a blitz. Will Ragan, um Gideão de Carolina do Sul, disse: “Nossa equipe não viu nada além de portas abertas, corações abertos e fome pela Palavra de Deus. A gratidão das pessoas que recebem as Escrituras mal pode ser descrita em palavras. Fomos capazes de compartilhar o plano de salvação diretamente com quase todos que receberam os Novos Testamentos ”.

Em uma sala de aula, um aluno perguntou ao Gideão Bill Sandel, da Flórida: “Como sei se o que um pastor me diz é verdade?” Bill ficou grato pela oportunidade de explicar a Bíblia como verdade suprema e como saber que podemos confiar em Seus ensinamentos.

Gideão Bill Sandel falando para estudantes em uma escola em Gana.

 

Dennis Perry, um Gideão do Texas, teve uma experiência impactante na Universidade de Gana. Ele testemunhou um Gideão dando um Novo Testamento a um jovem. Poucos minutos depois, o jovem voltou e agradeceu ao Gideão pelo Novo Testamento. Ele disse que estava planejando ir para casa para tirar sua vida naquela noite. O Gideão sentou-se e compartilhou o plano de salvação com o jovem que, como resultado, orou para receber Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador. O jovem se comprometeu a ler e estudar o Novo Testamento e a encontrar uma igreja local para ter comunhão e apoio.

Mesmo durante a viagem de volta para casa, o Senhor continuou a dar à equipe oportunidades de compartilhar a esperança de Cristo. Quando seis membros da equipe perderam o vôo de conexão de Acra, eles esperavam no balcão de check-in, onde um funcionário da companhia aérea chamado Ernies notou que eles eram Gideões. Ernies veio e agradeceu pela Escritura que recebeu na noite anterior. Depois de uma conversa inicial com Ernies sobre como ele estava se adaptando com as Escrituras, um Gideão de Wisconsin , Titus Mathews perguntou: “Se você morresse hoje, onde passaria a eternidade?” Usando João 3: 3 e os versículos nas páginas finais do Testamento, Tito compartilhou o Evangelho com Ernies. De pé em frente ao balcão da companhia aérea, Ernies orou para receber Jesus Cristo como Senhor e Salvador. Ele assinou e datou seu Testamento para sempre lembrar sua decisão.

 

Desafios

O evento de distribuição de Escrituras veio com seus desafios, que no final revelaram mais do trabalho e provisão de Deus. Samuel Frank, um Gideão da Alemanha, compartilhou como ele viu Deus trabalhando no meio dos atrasos na entrega das Escrituras. “Primeiro, o envio foi desviado para Espanha, o que causou atrasos imprevistos. Em seguida, houve problemas com um selo quebrado em um dos 14 containers, o que nos impediu de acessar as Escrituras. Houve também uma queda de eletricidade que impediu o envio das Escrituras. Louvado seja o Senhor por Sua provisão, pois o acesso às Escrituras foi concedido justamente no tempo necessário. Tudo isso nos manteve em constante oração, pois sabemos que a oração é o alicerce de todos os nossos esforços ”.

Will Ragan também viu a mão de Deus se mover no atraso:

“Houve dificuldades extraordinárias em conseguir o envio das Escrituras através do porto para que pudéssemos começar a segunda semana de distribuição em Kumasi. As caixas com as Escrituras estavam finalmente sendo descarregadas em Kumasi em quatro depósitos, quando estávamos iniciando nossos esforços de blitz na segunda-feira. Na manhã seguinte, minha equipe estava esperando em uma igreja por um motorista que estava atrasado. De repente, no horizonte, a cerca de três quilômetros de distância, uma enorme bola de fogo irrompeu, seguida por uma enorme coluna de fumaça. As ruas ficaram em pânico, pois ninguém sabia o que estava acontecendo. Mais tarde, descobrimos que o posto de gasolina muito perto do depósito explodiu, e o incêndio que se seguiu destruiu os prédios vizinhos. Percebemos que, se nosso motorista estivesse no horário, teríamos passado diretamente pelo posto de gasolina no momento da explosão. Chegando ao depósito por uma rota alternativa, descobrimos que o fogo havia sido interrompido antes de chegar os Novos Testamentos – Deus havia   tomado providência em uma última tentativa para impedir que o povo de Kumasi recebesse o Evangelho ”.

 

Alegria eterna extraordinária

“Por trás de cada vitória na obra do Senhor há uma vitória das orações do povo de Deus. Agradecemos e louvamos nosso tremendo e maravilhoso Deus pelas muitas vitórias de Sua Palavra ao longo das duas semanas da blitz. Nós fomos impactados pela alegria de portas abertas para a Palavra de Deus e pela resposta à proclamação do Evangelho ”, disse Doug Vaughan.

Os Gideões Internacionais são gratos ao Senhor por Sua proteção sobre os Gideões e Auxiliares servindo em Gana e pela mudança de vida experimentada por muitos durante o evento de distribuição das Escrituras.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *