Mais de 2.900 atletas que representam 92 nações estão atualmente competindo nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 em Pyeongchang, Coréia do Sul. Os espectadores observam tentando prever quem será o próximo ganhador da medalha de ouro e os atletas compartilham suas histórias de superação da adversidades que enfrentaram para realizar seus sonhos de competir neste evento.

Para uma atleta em especial, seu sucesso como atleta olímpica é apenas parte de sua jornada para uma vida com propósitos. “Eu amo as Olimpíadas talvez mais do que ninguém”, diz Kelly Clark.

“Eu acho que é muito fácil como atleta ficar presa neste evento que leva ao pódio a cada quatro anos. Mas você não precisa ter isso como algo que defina a sua carreira. Deve sim, fazer parte da sua jornada e não ser o objetivo único da sua jornada.”

Aos 20 anos, Kelly já havia alcançado o tipo de sucesso que qualquer atleta poderia invejar – uma medalha de ouro olímpica, fama e dinheiro. Sozinha em um quarto de hotel em 2004, pensou em seu sucesso e em como ela se sentia vazia, apesar de tudo. Ela não conseguia mais identificar quem era ela, fora do rótulo de campeã de snowboard.

No dia seguinte, Kelly ouviu um de seus concorrentes de snowboard, tranquilizando outro competidor que não conseguiu qualificar-se, dizendo que ficaria tudo bem, e que “Deus ainda te ama”. Essa declaração tocou o coração de Kelly e ela voltou para o quarto de hotel naquela noite e abriu uma bíblia colocada ali pelos Gideões Internacionais.

Através daquelas Escrituras, Deus falou ao coração de Kelly. Ela continuou buscando os ensinamentos de Cristo e, dentro de algumas semanas, Kelly Clark recebeu a Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador pessoal.

“Essa experiência acabou me liberando para o snowboard mais do que nunca”, diz Kelly. “Eu não estava mais indo de evento em evento para me sentir bem comigo mesma. Eu já tinha esse bem-estar a partir de momento da minha decisão. Então, minha atuação no snowboard foi dramaticamente impactada. Tudo ficou mais leve e fácil pra mim no snowboard.”

Em janeiro de 2012, a atleta ganhou seu quarto ouro no SuperPipe na 10ª versão dos Jogos de Inverno da ESPN, e saiu ganhando o título de “o maior piloto de halfpipe de snowboard na história” pela ESPN. Poucos dias atrás, em Pyeongchang, em sua quinta aparição olímpica, Kelly terminou em quarto lugar no ‘Halfpipe Feminino. Ela ainda detém a posição de atleta mais vitoriosa na história do snowboard. Kelly leva consigo a sua fé cada vez que dá um passo na plataforma. Entre os muitos logotipos de patrocinadores que decoram o seu snowboard, um nome aparece no topo como o nome acima de todos os nomes – Jesus.

Nós louvamos a Deus pelo testemunho de Kelly e por Gideões fiéis que continuam colocando Bíblias em quartos de hotel em todo o mundo.

“Muitas pessoas procuram algo para ajudá-las a se definir. Eu acredito que é mais gratificante aprender a medir o sucesso pelo crescimento – como pessoa e atleta”.

Kelly Clark, a medalhista Olímpica de snowboard que passou a crer em Jesus após ler um Bíblia colocada pelos Gideões Internacionais num quarto de hotel.

 

Por Kevin Mccintosh
Tradução: Vasti R. Silva

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *